obrigado por sua visita........ricardo

TODOS OS TEXTOS ANTERIORES ESTÃO EM ORDEM ALFABÉTICA NO LADO DIREITO - É SÓ CLICAR

segunda-feira, 23 de abril de 2012

LIBERDADE POÉTICA

 

Descobriu ha muito que quem escreve, compõe musicas, pinta, esculpe e o que mais for possível criar, será bastante mais feliz no resultado final se usar todas as liberdades que o ser poético lhe ensina usufruir.

Quando procurou uma maneira nova de fazer, usar suas novas habilidades recém descobertas, foi aos poucos, mas em forma crescente e constante, encontrando cores e prazeres no lugar do monocromismo real. Permitiu então colocar colorir com o que lhe fantasiava e dançava em sua mente.

As cores foram se tornado parte do seu fazer. Vibrantes, querendo gritar o que lhe ia por dentro. Colocava então em telas, gravuras, painéis sua nova visão.


Liberdade de ver o diferente, de pintar com novas cores relendo realidades.

Ao escrever acontece o mesmo. As palavras saem sozinhas se portas lhe são abertas. Não sabe explicar o porquê nem precisa. Sente a alegria o prazer no teclar, deixando dedos procurar as letras que formarão as palavras. Isto então lhe estimula em todos os mais e mais


Sabe que qual criança se põe a fazer o que já antes fez, mas sente que cada novo momento é único. Momentos que procura sentir o que são. Especiais.
Liberdade de e para

.
Liberdade de fazer o que quiser. Liberdade para consegui e ir para onde quiser.
Liberdades.


Bem precioso que nunca mais quer perder.

RICARDO garopaba BLAUTH

2 comentários:

Carlucio Bicudo disse...

Parabéns, Ricardo!
Gostei do seu texto. É forte e ao mesmo tempo sublime.
Um forte abraço.

Carlucio Bicudo

http://oliveirabicudo.blogspot.com.br/

ricardo garopaba blauth disse...

ALO CARLUCIO

Obrigado pela visita e pelos elogios pra quem faz catarse, escrevendo pra si mesmo.......

RETRIBUO ABRAÇO

RICARDO garopaba BLAUTH