obrigado por sua visita........ricardo

TODOS OS TEXTOS ANTERIORES ESTÃO EM ORDEM ALFABÉTICA NO LADO DIREITO - É SÓ CLICAR

sexta-feira, 22 de julho de 2011

O MENINO DA CASINHA AZUL - capitulo dois

O MENINO DA CASINHA AZUL

CAPITULO DOIS

Quando surgiu a casinha de que estamos falando a região era rural e a rua feita seguindo os caminhos naturais como era costume na época. Permanece em linhas tortas, ao contrario das ruas paralelas que foram surgindo com o crescimento da cidade e fracionamento das propriedades por heranças. Hoje os lotes são pequenos e não mais divisíveis o que proporcionará ao menino a certeza que terá espaços futuros para suas molecagens. Mas estou me adiantando novamente. Hoje tem apenas duas semanas e haverá tempo suficiente para aprender as manhas de cada nova manhã. A rua da casa do menino da casinha azul tem nome indígena, Cuxiponés e com trafego em uma só direção e absolutamente local. Contrasta com a movimentada e moderna Avenida Pompéia que corre ao lado. A casinha azul do menino fica pertinho da Estação de metrô da Vila Madalena, daí dá pra quase não acreditar que galinhas corriam em seu pátio poucos anos atrás e que se comia frutas ao pé das árvores, como contou o vizinho que falo no primeiro capítulo. A ansiedade do vovô em querer conhecer o novo menino da casinha azul foi tão grande que chegou no aeroporto na madrugada de um dia antes da reserva que havia feito logo que soube do nascimento.....rsrsrsrsrsrsrsr. Teve a sorte de que haviam lugares vagos no vôo mas teve que “botar” a mão no bolso para pagar um sensível diferença........continua amanhã.......



RICARDO garopaba BLAUTH

2 comentários:

Dialética de Umbigo disse...

:) na espera do que continua!

ricardo garopaba blauth disse...

ALO DIALÉTICA

o moleque começou um história que espero seja a seu contento......só o tempo dirá