obrigado por sua visita........ricardo

TODOS OS TEXTOS ANTERIORES ESTÃO EM ORDEM ALFABÉTICA NO LADO DIREITO - É SÓ CLICAR

terça-feira, 5 de outubro de 2010

OS LIVROS QUE LEIO


OS LIVROS QUE LEIO

Leio muito. Leio de tudo. Prefiro ler livros meus, pois os que passam por minhas mãos ficam marcados. Sei de muitos que ficam horrorizados quando vêem um livro com “orelhas”, rasurado ou que foi dobrado ao meio para facilitar leitura. Livro que passou por minhas mãos está cheio de sublinhados, resublinhados, destaques, anotações, textos ou desenho/lembranças que me ocorrem surgidas pelo que estou lendo. Sendo brochura está disforme, pois a dobrei ao meio ao ler. Ao termino da leitura ler está “personalizado”, segundo minha ótica e fica fácil rele-lo nas partes que destaquei, captando assim ainda mais a essência. Não sendo meu, respeito à propriedade alheia lendo então de modo ortodoxo. Por isso prefiro os meus, principalmente os que consulto ou que instruem. Na imagem acima um dos meus livros assim usado, com um desenho que me ocorreu durante a leitura e que acabou rendendo uma crônica posteriormente. Adoro livros, suas texturas, seus cheiros e suas marcas de muito uso. Na minha concepção o que parece danos ao livro, são marcas de muito, muito uso o que valoriza a peça.



RICARDO garopaba BLAUTH

4 comentários:

Carla Farinazzi disse...

Ricardo...

Que descrição ótima! Também prefiro os meus, por "personalizá-los" demais ao final da leitura. Também, arrasto-os para todo o lado, deu uma brecha já abro e leio. Eu amo os livros, cresci em meio a eles, e vivo no meio deles até hoje. Eles, de certa forma, me salvaram.

Beijo

Carla

ricardo garopaba blauth disse...

Alo Carla
Já escrevi sobre isto......livros são o meu sonho de consumo
Quer me encontrar numa metrópole ?........, procure-me numa grande livraria

Ricardo garopaba BLAUTH

Fernanda Gonçalves disse...

Sabe que eu conservo os meus livros bem? Não sou do tipo que sublinha ou faz muito estrago não. Às vezes acontece de eu ter um pensamento importante e não ter outra coisa a não ser um livro na mão. Aí já era. A última página fica batizada.

Amei o texto. Gostoso de ler e curto. Bom para prender a atenção.
Abraços

P.S. disse...

Taí, também gosto de ler os meuus livros, mas, porque se eu gostar eu gosto de ter depois como fonte de consulta, então se eu pego emprestado e gosto, acabo comprando um pra mim. Sou chata, não empresto (raríssimas excessões) não gosto que sujem, ou rabisquem, orelhas também não. Tenho um amigo mais chato que eu, dei risada outro dia quando pedi um dele emprestado, ele perguntou: Vc lê 90º ou 180º? Vixe, ele se referia ao ângulo da abertura do livro, não permite que arreganhem as páginas para ler, pra não estragar tem que manter o mais fechado possível. Desisti, aí também não né Juca?