obrigado por sua visita........ricardo

TODOS OS TEXTOS ANTERIORES ESTÃO EM ORDEM ALFABÉTICA NO LADO DIREITO - É SÓ CLICAR

sexta-feira, 23 de julho de 2010

BICICLETAS



BICICLETAS

Enquanto nos preocupamos em fazer da bicicleta um veiculo que todas as classes sociais utilizem, já é há muito tempo um meio de transporte em países como a Bélgica como compravam as fotos de Bruges (117.000 habitantes) que recebi de um brasileiro amigo naquele pais trabalhando. A bicicleta é um veiculo, como outro qualquer e assim o vêem os moradores, usuários, motoristas de carros e pedestres. As leis que regem veículos sejam eles quais forem são respeitadas porque não o fazê-lo acarretará em pesadas sanções. Como isto há já muito ocorre, respeitar e ser respeitado passou a fazer parte da cultura de povos como na Bélgica o que estimula mães, pais, crianças e idosos a usarem a bicicleta com toda segurança. Como em nosso país leis existem aparentemente para serem desrespeitadas, criam-se ciclovias, ciclo faixas que pretendem oferecer mais segurança à ciclistas. Temos muitos positivos acontecendo em cidades como Blumenau, por exemplo, e lamentavelmente maior numero de negativos, onde nem veículos motores e bicicletas e seus respectivos condutores se respeitam. Acredito que falar no positivo é muito mais produtivo. Este texto quer justamente isto. A bicicleta além de um veiculo lúdico (vejam uma criança brincado com sua primeira bicicletinha) é saudável para quem a conduz e hoje, cada vez mais, para o planeta. Sempre otimista acredito que verei ainda o dia onde bicicletas circulem em pequenas e médias cidades brasileiras como as da foto na Bélgica. Quem já andou de bicicleta sabe como é prazeroso fazê-lo. Principalmente se a cidade e os locais forem planos. As bicicletas oferecem hoje uma variedade de opções que há anos atrás eram inimagináveis. Cambio por exemplo só vi quando moleque uma ou duas. Importadas quase todas eram. O freio era o próprio pedal apertado ao contrário como ainda hoje ainda existem. E as das fotos são quase todas assim, salientando que os usuários aparentam adultos tranqüilos, idosos e crianças. Um passeio ou viagem turística de bicicleta é muito mais gratificante do ponto de vista de quem viaja com intenção de conhecer com vagar. É uma realidade que agencias de turismo exploram apropriadamente, oferecendo apoio, logística e segurança. Vamos voltar a colocar nosso traseiro num selim. Quanto mais o fizer-mos mais nossas autoridades verão que é alto negócio apostar em tão simples, prático e saudável veiculo.


RICARDO garopaba BLAUTH

4 comentários:

Dona Sra. Urtigão disse...

Quando tive a oportunidade de ir à Inglaterra, ano passado, fiquei bastante impressionada com a quantidade de pessoas de todas as idades que usavam bicicleta. Nos trens, alguns dispões de lugares para o transporte de bikes, em outros apenas seguem junto com o passageiro, e sempre tinham bicicletas onde eu estava. Inclusive no metrô. Mas aqui...
Um dos meus filhos (adulto, trabalhando, pós graduado) prefere bicicletas sempre que possivel e em alguns casos acho que usa até em condições impossiveis, como longas distancias e por diversas vezes vi pessoas referindo-se a ele como se fosse um fracassado, tipo, coitado, por usar bicicleta como transporte ( muitos desses não sabem que ele é possuidor alem de uma consciencia ecológica, de uma Hylux e uma motocicleta potente), para situações específicas.

Meri Pellens disse...

Concordo com você. Aqui já se usam bastante bicicletas como meio de transporte, apesar dos morros. Tem ciclovias, mas há muito que melhorar.

Beijos na alma!

RICARDO GAROPABA BLAUTH disse...

Alo Dona Sra Urtigão

Realmente países onde a lei e mais dura e aplicada tais coisas sãopossiveis.

Abrs

RICARDO garopaba BLAUTH

RICARDO garopaba BLAUTH disse...

ALO MERI

CONTINUE VINDO
VOU FALAR MAIS SOBRE BICICLETAS

BJS

RICARDO garopaba BLAUTH