obrigado por sua visita........ricardo

TODOS OS TEXTOS ANTERIORES ESTÃO EM ORDEM ALFABÉTICA NO LADO DIREITO - É SÓ CLICAR

terça-feira, 14 de setembro de 2010

DE QUE VOCE TEM MEDO ?



DE QUE VOCE TEM MEDO ?


No descanso de tela do meu laptop coloquei duas palavras. “Querer Saber”. Dois verbos que isoladamente possuem força e expressão, mas que prefiro ver juntos. Querer saber. Outro dia alguém viu as palavras na tela negra e perguntou: “Quero saber....de que você tem mais medo ? Pego de surpresa levei algum tempo a refletir e respondi....”de morrer, não da morte, mas de morrer”........“Qual a diferença ?” retrucou com outra pergunta ? “Morrer todos vamos um dia”, respondi “e disto não tenho medo por ser inevitável”...... Amo a vida e acredito que por isto quero valorizá-la cada dia, cada momento. Morrer depois de viver intensamente, sabendo o sabor de cada momento, o que fará leve o fardo do fim. Mas morrer aos poucos, vendo a vida se escoar lentamente, disto sim tenho medo. A vida é bela como uma musica que toca todos os nossos sentidos e deveria terminar como uma bela melodia que também chega ao fim. Então ficará a lembrança agradável e saudosa em todos que ficarem. A metáfora da morte que tenho medo é.....pensar que esta bela musica termine numa cacofonia absurda de sons desconexos. A morte de que tenho medo é aquela em que a musica da vida começa a ficar sem ritmo, sem apelo ao pé, para que se mova junto com o ritmo, sem vontade de cantar junto, sem vontade de se mover. Quando a musica começar a ficar assim acredito que, se não fizermos algo, se aceitarmos sem agir começamos a morrer. Não é a morte que está chegando, somos nós que estamos caminhando em direção a ela. Não tenho medo da morte. Cada dia que passa é mais um que devemos cantar os momentos vividos. Não sentir esta vontade por qualquer motivo é começar a morrer...... e disto sim tenho medo.


RICARDO garopaba BLAUTH

2 comentários:

Sandra Botelho disse...

Quando sucumbimos as dores ,aos problemas...Sem ter coragem para agir, para lutar. Quando deixamos que nossas dores apaguem definitivamente nosso sorriso ou nos tornem amargos...Aí em nossa vida a morte se instala.É o definhar da alma.
Bjos achocolatados

ricardo GAROPABA disse...

alo SANDRA

seus beijos achocolatados devem ser muitos disputados por viciados em ....chocolate,,,,,,
brincadeiras a parte verdade o que complementas!

bjs

ricardo garopaba