obrigado por sua visita........ricardo

TODOS OS TEXTOS ANTERIORES ESTÃO EM ORDEM ALFABÉTICA NO LADO DIREITO - É SÓ CLICAR

quinta-feira, 8 de julho de 2010

SOMBRAS DE ÁRVORES ALHEIAS

SOMBRAS DE ARVORES ALHEIAS


Fernando Pessoa que usou diversos heterônimos para escrever suas poesias, escreveu com a assinatura de um dos seus personagens, Ricardo Reis uma que me encanta e que termina assim....“o resto são sombras de arvores alheias”. Quanta energia gastamos inutilmente se nos preocupamos com o que outros podem pensar a nosso respeito. Energia que sempre será melhor utilizada se a usarmos em nosso próprio bem estar, felicidade e prazer. Felizmente cada vez mais se fala no assunto e os atentos percebem que, o que há muito os sábios já sabiam é hoje voz corrente. “Sombras de árvores alheias”, diz bem do assunto. Cada um sempre terá a sua “verdade” e se nós estivermos não à procura disto, mas à procura de algo maior que somente nós, em nosso interior sentimos, pouco importam as “sombras alheias”.


RICARDO garopaba BLAUTH

4 comentários:

Elaine Barnes disse...

É verdade. Sombras já bastam as nossas que temos que mergulhar nelas para trazê-las à luz! Adorei! Montão de bjs e abraços

Marilu disse...

Sombras só em dias de muito sol...de preferência com uma praia por perto...rsr..Beijocas

Walter Sasso disse...

Só nossa sombra pode proteger e conservar as águas que alimentam nossas próprias raízes. Nenhuma outra.(Walter Sasso)
http://www.lapsoevirgula.blogspot.com

RICARDO garopaba BLAUTH disse...

alo ELAINE
MARILU
WALTER SESSO

VERDADE.....VERDADES....!!!!!!
obrigado pessoal pela visita e contribuições....

abrs

ricardo GAROPABA blauth