obrigado por sua visita........ricardo

TODOS OS TEXTOS ANTERIORES ESTÃO EM ORDEM ALFABÉTICA NO LADO DIREITO - É SÓ CLICAR

terça-feira, 22 de junho de 2010

A VELHINHA E A ADOLESCENTE


A VELHINHA E A ADOLESCENTE

Os cães tem a idade máxima com cerca de quinze anos. A cadelinha Mel que com Bárbara, minha neta, fomos resgatar num canil municipal trouxe vida diferente ao nosso espaço. Sua interação com a então menininha Bárbara que a escolheu, ficou diferente daquele momento em diante. Como não sabemos quando nasceu e já está conosco a cerca de dez anos, sua idade deve ser de uma velhinha, enquanto a menininha se tornava adolescente e está hoje rapidamente em direção à idade adulta. No último verão, vendo as duas a compartir momentos e alegrias não resisti em registrá-lo numa foto. Mel. O nome surgiu espontânea e imediatamente muito antes de receber seu primeiro banho e escovação nos seus longos e sedosos pelos. Uma das suas orelhas levemente deformada, só lhe dava um ainda maior charme. Agora estão distantes uma da outra. A saudade deve ser mutua. São fatos da vida. Separações que a vida cria na necessidade de estudos e formação profissional, vai preparando a jovem para fatos inevitáveis no futuro. Nós avós sentimos mais que ninguém as filhas e neta em pontos diferentes cada uma, cuidando dos seus interesses. Então o verão em Garopaba é a oportunidade de todos durante alguns dias estarmos todos juntos. Vivendo vidas os dias se escoam, estações se alternam e logo logo novo o verão seguinte oportunizará encontros sempre esperados.

RICARDO garopaba BLAUTH

9 comentários:

Elaine Barnes disse...

Belo texto e registro amigo,os animais nos escolhem e creio que somos responsáveis pela sua evolução. As separações inevitáveis causam saudades,mas, fica o amor sentido por ambas. Minha filha tb está fora e sente muito a falta do gato e do cachorro aqui,ela virá em outubro e é claro que também irei registrar esse reencontro. A vida é feita desses momentos simples onde o amor impera e tras alegria a alma. Parabéns pelo post adorei e sua neta é linda,a mel também.Montão de bjs e abraços

ricardo GAROPABA blauth disse...

Alo Elaine



É bom saber que logo logo vamos rever

Aqueles que amamos



bjs



RICARDO garopaba BLAUTH

Sandra Botelho disse...

Sabe amigo, tive varios cachorrinhos, mas na minha ignorancia não sabia que um quintal contaminado pela parvovirose, leva anos pra descontaminar, então eles morriam um atrás do outro e isso acabava comigo.
Me fechei, por medo de arrumar um bichinho me apegar e ele morrer, traumas neh?
mas os amo muito e quando eu tiver uma casa que seja minha, vou arrumar um desses amigos que são sim os melhores amigos.
Bjos achocolatados e parabens pela ternura com que escreves.

Marilu disse...

Querido amigo Ricardo, desde criança sempre tive cachorros, e todos tem histórias e cada um tinha algo de especial. A três anos, perdi uma vira lata (no bom sentido), que estava conosco há 15 anos, foi uma tristeza como se tivéssemos perdido um parente, e para agravar mais ainda a situação ela teve que ser sacrificada. Ficamos orfãos, pois eles são os nossos donos. Mas logo em seguida me apareceu outro serzinho de luz, que só veio trazer alegria para nossa vida, fez 3 aninhos em Maio, com bolinho e tudo rsrs...chama-se Kira,e é um amor de cachorrinha. Essa foto da sua linda neta com a Mel, tem-se a nitida impressão que as duas estão sorrindo. Lindo post..Beijocas

RICARDO garopaba BLAUTH disse...

alo SANDRA
alo MARILU

aqui em Garopaba tenho o Tobi, um pastor alemão cruza com collie. É lindo com pelos dourados longos e macios e porte de pastor e obediente como tal. Super manso mas impõe respeito pois se ve que não é cão de recuar. Foi colega da Mel na Aldeia das Artes. Agora para lhe fazer companhia adotei uma cadelinha vira lata abandonada na frente da nossa casa. Filhotona e folgada que é lhe demos o nome de IZY. Fácil em ingles mas escrito em "brasssssileiro"......rsrsrsr

bjs pra "seis duas"

ricardo GAROPABA blauth

Anônimo disse...

Oi, querido, pai, cada vez sinto mais orgulho de ti, escreves cada vez melhor !!!!!
Lá no fundo és sensível ao extremo, que nas palavras aparecem muito bem, parabéns.E bem ,quanto as duas aí na foto, ai, não dá para aguentar tanta felicidade.........a Mel é meiga demais e minha filha, sou mãe, então sou suspeita.......AMO demais......
Bessoooss mil e inté Garopaba.Sofi

RICARDO garopaba BLAUTH disse...

querida filha Sofi

é fácil fazer o que se ama e quando o que estamos colocando em palavras é o que acreditamos se torna ainda mais prazeroso.

Obrigado pela neta que nos deste.

Beijos

pai

RICARDO garopaba BLAUTH

Anônimo disse...

ai ai...saudades de todos vocês da minha família...
Bjs
Bala

ricardo GAROPABA blauth disse...

ALO QUERIDA FILHA "BALA"

saudade
sempre presente
nas ausencias
dos que amamos
cada um do seu jeito
saudade
nos leva em viagens pensantes
pra junto
dos que nos são importantes
saudade mantem viva
a presença de todos eles
em nossa mente
sempre

beijos do pai RICARD0

em tempo...
"bala" é o apelido de minha filha Simone Karin - fotógrafa e produtora