obrigado por sua visita........ricardo

TODOS OS TEXTOS ANTERIORES ESTÃO EM ORDEM ALFABÉTICA NO LADO DIREITO - É SÓ CLICAR

terça-feira, 10 de março de 2009

MOMENTOS-hoje

HOJE

Num dia qualquer no passado quando, como hoje me sentei no computador para escrever a crônica semanal, senti um impulso de fazer um texto diferente. Não lutei contra isso e deixei que meus dedos corressem soltos, livres sobre as teclas . Foi um momento. Rápido como são os momentos. Concluído o pequeno texto senti uma grande satisfação pessoal. Um momento só meu. Guardei o texto. Senti HOJE novo impulso de reescrever o texto guardado. Li, reli, corrigi alguma palavra, mas a essência continua lá. É a mesma daquele dia. Embora o tempo já tenha passado o que senti e escrevi continua como o sinto. O texto escrito naquele dia é assim:

MOMENTOS

Existem Momentos
em que gostaríamos
ter ao nosso lado amigos.
Existem Momentos
em que gostaríamos
ser simplesmente amantes.
Existem Momentos
em que precisamos gritar
Existem Momentos
em que gostaríamos
simplesmente ouvir o silencio.

Momentos assim existem
nem sempre como os queremos
mas sempre simplesmente como são,
Momentos

Saber viver Momentos
Saber superar Momentos
Saber dos Momentos tirar tudo
Saber como e quanto aceitar
Saber quando e como evitar

Viver intensamente o Momento presente.

Os outros são Momentos que já foram
ou Momentos que talvez não venham

Momentos somados
são a vida

5 comentários:

Aidinha disse...

Olá Ricardo!

Gostei muito dos seus “Momentos”!

Estou dando um giro por aqui, fiquei fora o dia todo.

Agradeço mais uma vez, por se ter feito meu seguidor. Também o sigo agora.

Voce nem imagina como quero e gosto de viver! Também acredito que o que mais importa é o presente!

Estive hoje no meu oftalmo e calhou falarmos qualquer coisa sobre a morte de um conhecido comum, quando ele disse: nunca me interessei por Bob Marley, mas li hoje uma frase dele super verdadeira:

"Para que levar a vida tão a sério, se a vida é uma alucinante aventura da qual jamais sairemos vivos."

Anotei para usá-la quando falasse com voce. É exatamente isso, mas temos que saber que ela é inevitável, é a espada que o homem suporta sobre sua cabeça.

De tudo que tenho ouvido sobre ela, a quem não temo e de quem não gosto nada, a que mais me agrada, veio em um e-mail qualquer:

"Você não pediu para nascer.
É verdade que também não quer morrer.
Então!
Aproveita o intervalo!"

Não é ótima?
É isso que estou fazendo a todo minuto!

Amigo, continue assim, escreva muito e faça “muitas artes”! Parabéns pelos seus blogs e por todo sua obra.

Meu abraço

RICARDO BLAUTH disse...

Alo Aidinha

que INTERVALO bom
quanto encontramos novos iguais
que acreditam na vida
e aprendem a viver
antes de morrer

como já disse Millor Fernandes num dos seus HAI KAI
‘É MEU CONSOLO
QUE DESTA VIDA
SÓ SAIO MORTO”

ou ainda Patativa do Assaré (procure no Google)
e isto está escrito bem grande numa das paredes do meu atelier:

“QUANDO EU MORRER
EU SEI QUE A TERRA ME COME
MAS FICA BEM VIVO MEU NOME
NAQUELES QUE GOSTAM DE MIM”


obrigado Aidinha por este canal de comunicação que acredito tenha se aberto

até daqui a pouco

Sueli disse...

Ricardo, vim aqui, guiada pela Tertulia, mas não resisti em dar uma xeretada no restante do seu blog. Já parei aqui nesse poema sobre os Momentos. E o que vi aqui, dá-me vontade de voltar. É como se eu estivesse falando. Como pretendo comentar em todos os blogs participantes, talvez não dê retornar por aqui hoje, mas farei isso em breve. Um abraço!

RICARDO BLAUTH disse...

SUELI

DEIXEI COMENTÁRIO
NO TEXTO "DESEJOS"

Conceição Duarte disse...

Ricardo, um amigo meu italiano, dono de um restaurante famoso aqui de Sampa, tem escrito na parede algumas frases muito bonitas, e uma delas é - "A vida são momentos" .

Quanto mais eu o conhecia, mais ouvia ele dizer isto, quando brindava um champanhe com amigos, quando nos recebia, quando nascia um neto, e nós o cumprimentávamos. Desde aquela época, eu percebi que é isto é verdade.

A soma deles é que é a vida como vc disse, e estamos sempre em busca de momentos felizes que muitas vezes acontecem sem esperarmos e isto é tão bom, gratificante. Lindo!

São momentos!

Bjus CON